quinta-feira, 27 de setembro de 2012

SALVE OS 129 ANOS DE ALÉM PARAÍBA!!! DEMONSTRE O SEU AMOR PELA NOSSA CIDADE.


DESFILE ESCOLAR 2012 – 28 DE SETEMBRO – A PARTIR DAS 08:00
Ordem das Escolas e Entidades:
1. Sociedade Musical Sete de Setembro e Sociedade Musical Carlos Gomes
2

. Grupo Renascer da Terceira Idade
3. Voluntárias Sociais de Além Paraíba
4. Projeto Ambiental Esportivo Severiano Seixas
5. Ordem Demolay
6. Interact Rotary Clube
7. Lions Clube de Além Paraíba
8. Escolas Municipais (Fanfarra)
9. Centro de Educação e Cidadania (Bate Lata)
10. APAE Além Paraíba (Fanfarra)
11. Escola Casinha de Brinquedo
12. Escola Estadual Sebastião Cerqueira (Fanfarra)
13. Instituto Antônio Firmino
14. Escola de Educação Infantil Castelo Mágico (Fanfarra)
15. Escola Estadual Dr. Alfredo Castelo Branco
16. Escola Maria Antonieta Cortes (EMAC)
17. Colégio dos Santos Anjos (Fanfarra)
18. Colégio Além Paraíba (CAP) (Fanfarra)
19. CNEC – Escola Cenecista (Fanfarra)
20. Escola Estadual São José (Fanfarra)
Concentração: Espaço Dr. José Braz de Azevedo - Ilha do Lazareto
Trajeto: Saída do Espaço (próximo às barracas), seguindo pela via principal, sentido Integração.
Dispersão: Antiga Integração
Obs.: O palco com as autoridades estará localizado à Rua Arnaldo Fernandes Alves (Rua da portaria do APTC). As fanfarras farão o recuo em frente ao palco, no estacionamento da CNEC.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

HOSPITAL REGIONAL JÁ É UMA REALIDADE EM ALÉM PARAÍBA.


A construção do novo Hospital já é uma realidade e já havia sido solicitado pelo Município, diante da necessidade de um hospital com maior estrutura e uma melhor localização, e tornou-se

mais que necessária diante da difícil situação vivida pelo município no início desse ano.

A constatação da necessidade de construção do novo hospital virou um compromisso do Governador de Minas, Antônio Anastásia, na época de sua visita de solidariedade ao município, após as fortes chuvas que assolaram grande parte da cidade.

O Município de Além Paraíba, a partir de então, passou a solicitar ao Governo do Estado, em caráter de urgência urgentíssima, a liberação de recursos para sua construção e, desde então, vem mantendo vários contatos, para dar andamento nos projetos e logo, à sua construção.

O Município de Além Paraíba firmou convênio com o Governo do Estado, já publicado em Diário Oficial, com o objetivo de custear a elaboração do projeto arquitetônico e projetos complementares para a construção do Hospital, no valor de R$ 392 mil.

O Hospital Regional de Além Paraíba será construído no Bairro São Luís, onde funcionava o antigo Posto Fiscal, e estará atendendo, não só à comunidade alemparaibana, como também de toda região, com seus 170 leitos e atendendo a várias especialidades, entre outras, clínico-cirúrgica, cardiologia, gastroenterologia, urologia, pediatria, neurocirurgia, nefrologia (Hemodiálise) e com possibilidade de convênio com outra entidade para a realização de tratamento oncológico.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

ISSO NINGUÉM QUER DIVULGAR!!!


Quem vê hoje Além Paraíba e não viu a cidade logo após as chuvas e enchente dos dias 08 e 09 de janeiro, não consegue imaginar a proporção dos danos causados e as dificuldades que o município passou e hoje vem superando, com apoios conseguidos, suas próprias forças e com a solidariedade de amigos e voluntários.

Naquele momento, em apenas 14 horas, foram mais de 182 mm de chuva, o equivalente a, aproximadamente, o que poderia chover no período de 2 meses. Parecia o caos.

Foram atingidos quase todos os bairros: Banqueta, São Geraldo, Vila Laroca, Terreirão, Morro São Sebastião, Jardim Paraíso, Vila Caxias, Esplanada, Cantão, Bela Vista, Santa Marta 1 e 2, Santa Rosa, Morro da Conceição, Timbira, Boiadeiro, Sitio Branco, jaqueira, Porto Novo, Praça da Bandeira, Granja, Matadouro, Morro do Cipó, Terra do Santo, São José, Bairro da Saúde, Marinópolis, Angustura e grande parte da Zona Rural.

Além Paraíba vem se reerguendo com recursos próprios.  A Prefeitura Municipal vem realizando várias obras de reparo pós-chuvas: limpeza geral, recuperação de calçamento, contenção de encosta e outras.
Em 45 dias mais de 5 mil caminhões de barro, terra e entulhos foram tirados dos lugares atingidos.

Outra obra importante para prevenção de novas cheias foi a limpeza do leito e margens do Rio Limoeiro.

Isso ninguém quis divulgar.


terça-feira, 24 de julho de 2012

EVENTO “ABRACE A ROTUNDA. ABRACE ALÉM PARAÍBA” FOI UM SUCESSO.

Com o objetivo de sensibilizar a população alemparaibana da importância do patrimônio histórico, aconteceu  no último domingo, 22 de julho/12,  o evento “Abrace a rotunda. Abrace Além Paraíba”.
 Foi uma grande demonstração de cidadania, com exposição de trabalhos dos alunos do Colégio dos Santos Anjos, EMAC e das Escolas Municipais.
 O evento contou ainda com participação de vários cidadãos que puderam expor sua opinião acerca da iniciativa do movimento, assim como, ressaltaram a importância da preservação da Rotunda e o valor histórico e sentimental para o município e para a comunidade ferroviária.
Os depoimentos iniciaram com a participação do Prof. Edwaldo Sérgio dos Anjos, Coordenador do “Diagnóstico e Aproveitamento do Potencial Turístico Relativo ao Patrimônio Ferroviário de Além Paraíba”, que explicou o objetivo do Projeto.
 Como convidado especial, também participou o Professor Victor José Ferreira Presidente do MPF, que, em seu depoimento, ressaltou que a rotunda alemparaibana hoje, tem mais valor histórico que os prédios da Estação de Porto Novo, devido ao fato de que das oito “Rotundas” que restaram no Brasil, três delas estão no estado de Minas Gerais, sendo em Além Paraíba, São João Del Rei e Ribeirão Vermelho.
 Dando sequência aos depoimentos, houve a participação de Antônio Pastori membro do MPF, José Carlos Faria e Valério Ottero, da ABPF Além Paraíba, Sônia Maria Dias Gonçalves, Presidente do Circuito Turístico Serras e Cachoeiras, Claudia Maria M. de Castro Amaral, Diretora do Colégio dos Santos Anjos, Julio Cesar Barbosa, Secretário de Desenvolvimento Social, Padre Enio Marcos de Oliveira e da Secretaria Municipal de Administração,Vânia Beatriz de Morais Freitas, que esteve representando o Prefeito de Além Paraíba.
 Encerrando o evento, o Padre Enio Marcos abençoou a todos os presentes e o abraço simbólico foi realizado com o sentimento de satisfação e motivação e, a certeza de que outros movimentos vão acontecer agregando outros cidadãos.  

terça-feira, 17 de julho de 2012

PREFEITURA COMEÇA OBRA DE RECUPERAÇÃO DE MAIS UMA PONTE DANIFICADA PELA ENCHENTE.


Ainda aguardando recursos do Governo Federal para realização das obras de recuperação das avarias causadas pela chuva e enchente do início do ano, o Município de Além Paraíba deu início às obras de recuperação de importante via de acesso à Ilha do Lazareto, incluindo uma ponte que, desde as chuvas, vem funcionando com uma só pista.

A Prefeitura está reconstruindo o muro de gabião que sustentava a margem abaixo da praça, recuperando parte da ponte que foi atingida, reconstruindo parte do passeio com a proteção em balaustres e ainda recuperando a Praça Manoel Maria Ferreira, construída em 2010, que foi totalmente destruída pela forte enchente.

A previsão é de que as obras ali realizadas estejam prontas na primeira semana de agosto, deixando a via e o espaço preparados para a FEXPO 2012.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

ABRAÇO NA ROTUNDA



Através de iniciativa conjunta do Conselho Municipal de Turismo de Além Paraíba- COMTURAP, da Diocese de Leopoldina, neste ato representada pelo Padre Enio Marcos de Oliveira, do Museu de História e Ciências Naturais- MHCN, da Associação Brasileira do Patrimônio Ferroviário- ABPF, com a participação do Circuito Turístico Serras e Cachoeiras sob a coordenação da equipe da UFJF, com o Prof. Edwaldo Sérgio dos Anjos, A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo convida os alemparaibanos à fazerem parte do movimento “Abrace a rotunda. Abrace Além Paraíba.”, que tem por objetivo informar aos que desconhecem a importância da “rotunda” e da oficina da Rede Ferroviária na vida dos alemparaibanos.

Na mesma ocasião estará sendo informado sobre as ações que estão sendo desenvolvidas para se conseguir a revitalização deste “Patrimônio arquitetônico”.

O evento será realizado no domingo dia 22/07/2012, às 10:00 horas da manhã, quando serão abordados os temas: valor histórico, valor sentimental para os ferroviários e a  importância de sua preservação.

Dentre os palestrantes, temos a presença confirmada do Professor Victor Jose Ferreira, representante do Movimento de Preservação Ferroviário e do Professor José Geraldo Esquerdo Furtado, autor do livro sobre a rotunda. A programação completa segue em anexo.

As Escolas: Estadual Sebastião Cerqueira, Estadual Dr. Alfredo Castelo Branco, CENEC, EMAC, Colégio dos Santos Anjos e Colégio Além Paraíba  abraçaram a ideia e estarão participando com os trabalhos dos seus alunos, demonstrando o apreço pela rotunda.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

ATUALIDADE



“Atenção ao se informar.

Boa parte das informações as colhemos dos outros. Vemos muito pouco por nós mesmos, e vivemos confiando no testemunho alheio. Os ouvidos são a porta principal da verdade e a porta principal da mentira. È mais frequente ver do que ouvir a verdade. Ela raramente nos chega pura, tanto menos quando vem de longe. Chega-nos tingida das mudanças da paixão que passou, ora agradável, ora detestável. Tenta sempre nos impressionar, de uma forma ou de outra. Tome cuidado com quem elogia e mais ainda com quem critica. Descubra qual o interesse pessoal, de que lado coxeia, para onde vai. Reflita bem para destacar os falsos e incompletos.”
Partindo do princípio do pensamento acima, fico sempre me questionando sobre o que é de fato ou o que é verdade e sobre a divulgação da mídia que a gente como seres humanos precisamos sempre saber ou buscar para justificar certos acontecimentos.
Nesse momento político que estamos vivendo, promovido pelos grandes problemas internacionais e nacionais, aonde vem se mantendo uma grande crise e, principalmente em nossos comportamentos. 
A gente que vive no interior do Brasil, tentando estar sempre ligado em todas as informações, vamos acreditando na maioria delas como se fossem cientificamente comprovada como verdade, esquecendo que essas informações vem sempre acompanhadas de muita emoção, todas tem como objetivo demonstrar com todas as convicções que são verdadeiras. 
Assim, vamos seguindo uma vertente ou mais, sempre com uma sensação de certeza ou que é o melhor para todos. Aí mora o perigo, aproveitando as discussões dessas crises globais, numa pequena aldeia como a nossa, o poder da informação está nas mãos de poucos e assim verdades vão surgindo com uma carga emocional muito grande.
Com objetivo de criar situações problemáticas para mostrar que possui soluções mágicas, encontramos no interior um poder de mídia negativa muito grande. Se o poder da informação está nas mãos de poucos, na disputa pelo poder é utilizada de uma maneira muito perigosa.
Tentando não ser preconceituoso, e ao mesmo tempo proporcionar uma abertura para a discussão ou para ser questionado pela verdade, a falta de preparo para ocuparmos esse lugar de informação ou divulgador dos fatos no interior é muito constante. Estamos sempre recebendo mensagens muito tendenciosas e muitas vezes passam longe da ética e próximo do sensacionalismo. 
 Não podemos exigir maior compromisso, profissionalismo ou qualificação de quem ocupar esse lugar de divulgador, pois no modo capitalista o que vale é o poder do dinheiro e não podendo manter salários de profissionais mais qualificados, ficamos a mercê de todo o tipo de informação.
Assim, temos que ficar mais atentos às informações recebidas, das verdades produzidas e acima de tudo, de quem produz.  Só que aí, esbarramos em outro o problema, que é na nossa percepção.

terça-feira, 19 de junho de 2012

COPASA ASSUME TRATAMENTO DE ESGOTO EM ALÉM PARAÍBA.

Em tempos de “Rio+20”, em que as palavras “sustentabilidade”, “qualidade de vida”, “saúde” e “preservação” são umas das mais propaladas, Além Paraíba começa a inaugurar um novo tempo.

Um grande passo está sendo dado, a Prefeitura de Além Paraíba e a COPASA assinaram um contrato com duração de 30 anos, para que os alemparaibanos tenham mais qualidade de vida.

Desde o dia 02 de abril/12, toda a rede de esgoto do Município passou a ser de responsabilidade da COPASA, iniciando um processo que vai terminar com o tratamento de todo o esgoto que ainda é lançado in natura no Rio Paraíba, assim como nos rios Limoeiro e Floresta.

Inicialmente a empresa passa a cuidar da coleta, manutenção das redes coletoras de esgoto, ligações e todas as instalações, além de melhorar o sistema. Um investimento de mais de R$ 20 milhões, incluindo a construção da Estação de Tratamento de esgoto (ETE), que, entre outros benefícios, trará para toda a população uma redução de riscos de doenças; mais saúde e qualidade de vida; preservação do meio ambiente, além de investimentos e desenvolvimento para a cidade.

Sobre a importância desse passo dado pelo Município, de acordo com o professor Klinger Vieira Senra, chefe da Divisão de Meio Ambiente da Prefeitura de Além Paraíba, “o Município escolheu o caminho socioambiental e optou por trabalhar pela qualidade do meio ambiente, mesmo que a mesma só “apareça”, para alguns, daqui a anos.” 

Ele ainda enfatiza que “neste caminho escolhido estamos resolvendo os problemas de destino final do lixo (o aterro sanitário encontra-se em fase de Licença e Operação) e formalizamos processo junto a COPASA para tratamento do esgoto gerado. Sem entrar no mérito especifico dos aspectos legais, vem o Município cumprir com as determinações das Políticas Nacionais de Resíduos Sólidos e Saneamento, condições essenciais para a qualidade de vida no Município.”

Ainda de acordo com o professor e ambientalista, “a importância fundamental de evitarmos seu despejo inadequado em rios é que o esgoto doméstico é considerado um dos maiores poluidores de recursos hídricos. A água contaminada por esgoto não apresenta apenas aspecto ruim, ela está mesmo doente. A alta concentração de esgoto doméstico em corpos hídricos pode levá-lo a morte... “matar o rio”! O primeiro passo para evitarmos que isso ocorra é darmos destino adequado ao esgoto, evitar que o mesmo seja despejado diretamente no corpo hídrico.”

O professor Klinger ainda lembra que, com o tratamento do esgoto, estaremos evitando diversas doenças, gerando mais saúde para a população; teremos rios mais limpos, “ressuscitando” cachoeiras urbanas, como a da Banqueta e outras, devolvendo ao Município vários atrativos turísticos, com água limpa que permitirá o banho e atrairá novamente peixes e pássaros para o ambiente aquático, além de oportunidade de empregos, já que uma ETE – Estação de Tratamento de Esgoto e todo o sistema para captação e transporte de esgoto, para ser operado, precisa de funcionários. Além das contratações que ocorrerão durante o período das obras.
 
Professor Klinger Vieira Senra, Chefe da Divisão de Meio Ambiente da Prefeitura de Além Paraíba

Fonte: ASCOM PMAP

quarta-feira, 6 de junho de 2012

FINALIZA A LIMPEZA DO RIO LIMOEIRO. OS TRABALHOS JÁ ESTÃO NA ILHA DO LAZARETO.




Está finalizando os trabalhos de limpeza no Rio Limoeiro, que se iniciou no dia 24 de maio em toda área urbana.

A limpeza foi feita pela Prefeitura de Além Paraíba, com recursos próprios, tendo começado pelo Bairro da Esplanada, prosseguindo, até chegar à desembocadura na antiga Ilha do Lazareto.

O objetivo é aumentar a sua vazão, facilitando o escoamento das águas, evitando possíveis alagamentos ou enchentes, como ocorreram recentemente em nosso município.

Com o uso de uma máquina retro-escavadeira, a medida visa conter o processo de assoreamento e sujeira que estava dificultando o curso d’água do rio que, nos períodos de chuva, alaga e transforma os bairros num verdadeiro lamaçal.

Muito entulho, ainda da época da enchente em janeiro, foi retirado. Porém, infelizmente, muitos moradores ainda fazem do Limoeiro a sua “lata de lixo”. A conscientização e colaboração da população também é muito importante para manter a limpeza que está sendo realizada. Lembrando que lixo se joga no lixo!

terça-feira, 5 de junho de 2012

PROSSEGUE LIMPEZA DO LIMOEIRO. OS TRABALHOS JÁ ESTÃO NA VILA LAROCA.



Prossegue, desde o dia 24 de maio, o trabalho de limpeza do leito do Rio Limoeiro.

A limpeza vem sendo feita pela Prefeitura de Além Paraíba, com recursos próprios, em toda a extensão urbana do Limoeiro, tendo começado pelo Bairro da Esplanada, prosseguindo, até chegar à Vila Laroca.
O objetivo é aumentar a sua vazão, facilitando o escoamento das águas, evitando possíveis alagamentos ou enchentes, como ocorreram recentemente em nosso município.

Com o uso de uma máquina retro-escavadeira, a medida visa conter o processo de assoreamento e sujeira que está dificultando o curso d’água do rio que, nos períodos de chuva, alaga e transforma os bairros num verdadeiro lamaçal.

Muito entulho, ainda da época da enchente em janeiro, tem sido retirado. Porém, infelizmente, muitos moradores ainda fazem do Limoeiro a sua “lata de lixo”. A conscientização e colaboração da população também é muito importante para manter a limpeza que está sendo realizada. Lembrando que lixo se joga no lixo!

E hoje, já podemos contar com a ação da ACRAP – Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Além Paraíba, que, com o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, já funciona no pátio da Antiga RFFSA e que vem recolhendo todo tipo de material reciclável, como garrafas PET, papel, plástico, óleo de cozinha usado, ferro, alumínio, pilhas, baterias e eletroeletrônicos (Computadores, rádios, aparelhos de TV, impressoras e outros) em desuso, que é vendido a indústrias, para a reciclagem e geração de renda para os associados.

A população pode cooperar, tanto para o sucesso da ACRAP, quanto para o benefício contínuo do meio-ambiente, principalmente dos nossos rios. Levando todo material reciclável a ser descartado à sede da Associação, ou ligando 3462-1470, para saber sobre dia e hora em que haverá a coleta seletiva.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

ESTUDOS DE PROJETOS PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO DE ALÉM PARAÍBA


 A Secretaria Municipal de Cultura, juntamente com a equipe de estagiários do Professor Edwaldo Sergio dos Anjos, UFJF, promoveram reunião, no último 28 de maio/12, com os representantes da FCA e Diocese de Leopoldina, além de representantes do Poder Executivo, para tratarem de assunto referente à conservação do Patrimônio Ferroviário.

Presente na reunião o representante da Diocese de Leopoldina, Padre Enio Marcos de Oliveira, Pároco da Paróquia de São José, em Além Paraíba.

Representando a FCA os senhores, André Elesbão - Chefe de Comunicação e Relações; José Carlos Silveira - Técnico em Mecânica e Daniel Bittencourt - Supervisor de Via Permanente.

Representando o Poder Executivo os senhores Wolney Freitas -  Prefeito Municipal, Oberdan Moreira Rocha - Vice- Prefeito e Júlio Cesar Barbosa - Secretário de Desenvolvimento.

Representando o Conselho Municipal de Turismo, Magali Gomide- (Presidente) e André Martins Borges – (Vice- Presidente) e também representante do Museu de História e Ciências.

Dentre os assuntos abordados, a reforma e o aproveitamento da Rotunda, e também estudos sobre o Trem Turístico. O Sr. André Elesbão (FCA), se prontificou em participar de futuras reuniões e fazer parte do grupo de estudo dos projetos.

Quanto ao Padre Enio Marcos (Diocese de Leopoldina), também se colocou a disposição para fazer parte do grupo de estudos dos Projetos, enfatizando que se o resultado obtido objetivar na preservação do imóvel assim como o bem comum da cidade, que ele concorda com a iniciativa.

Ao final, os participantes já agendaram uma próxima reunião, marcada para o dia 25 de junho/12, às 16:00 horas, na Sede da PMAP. 





                                          

sábado, 2 de junho de 2012

TRATAMENTO DE ESGOTO????



Prefeitura Municipal de Além Paraíba-MG
AÇÃO COM RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL
Pode parecer estranho a alguns os pontos de interrogação deste documento, mas como muitas vezes é a curiosidade que nos move, espero esclarecê-los. Nas questões ambientais e sociais, e hoje socioambientais, sem separá-las na semântica e nas ações, nos deparamos com diversos caminhos. Como e porque explicar a importância de tratarmos os esgotos por nós todos produzidos? Será que pleno século XXI alguém ainda tem dúvidas quanto a isso? Às vezes precisamos tomar decisões, escolher caminhos que nos assegure um futuro. Vejam bem, não estou dizendo unicamente melhor, mas que o “futuro” exista!

Lembrei-me de uma passagem de Alice no País das Maravilhas, quando a mesma questiona o Gato: “Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar agora? Depende muito de onde está querendo chegar. Não me importo onde estou indo. Então não importa que caminho irá tomar, disse o Gato”.

Se realmente queremos ter “futuro” precisamos escolher os caminhos certos, se importar com esta escolha e caminharmos com firmeza e serenidade. O Município de Além Paraíba, na gestão atual escolheu o caminho socioambiental e optou por trabalhar pela qualidade do meio ambiente, mesmo que a mesma só “apareça” para alguns daqui a anos. Neste caminho escolhido estamos resolvendo os problemas de destino final do lixo (o aterro sanitário encontra-se em fase de Licença e Operação) e formalizamos processo junto a COPASA para tratamento do esgoto gerado. Sem entrar no mérito especifico dos aspectos legais, vem o Município cumprir com as determinações das Políticas Nacionais de Resíduos Sólidos e Saneamento, condições essências para a qualidade de vida no Município.

Agora, retornando aos pontos de interrogação do título e após algumas reflexões, entendo que na verdade não estaremos tratando o esgoto. Não se assustem, a opinião é pessoal, o que vejo na verdade é que ESTAMOS TRATANDO A ÁGUA. Observem bem: tratar é cuidar, modificar por meio de um agente, qualificar, etc. O que gera nosso esgoto? O uso que fazemos da água para nossas necessidades básicas, como banho, defecar e urinar. Ainda temos usos “indiretos” como lavar os alimentos, roupas, as casas, cozinhar, etc. Pois bem, todos estes usos “sujam” a água que nos serviu. Portanto, podemos compreender que o esgoto, como muitos pensam, não é formado apenas pela água e resíduos do vaso sanitário, mas uma parcela muito maior de usos da água.

Daí que me ocorreu que na verdade o que buscamos é tratar a água, cuidar bem dela, permitir que a mesma retorne a natureza o mais próximo possível do estado em foi captada para nos servir. E sabemos que, sem água, nenhum de nós poderá escolher qualquer caminho, não há opções, precisamos cuidar dela, tratar a água com carinho e respeito.

Assim, após estas reflexões e tratando da questão do esgoto, a importância fundamental de evitarmos seu despejo inadequado em rios é que o esgoto doméstico é considerado um dos maiores poluidores de recursos hídricos. A água contaminada por esgoto não apresenta apenas aspecto ruim, ela está mesmo doente. A alta concentração de esgoto doméstico em corpos hídricos pode leva-lo a morte, pois uma grande concentração de micro-organismos causa um processo biológico chamado eutrofização, podendo consumir todo o oxigênio do rio, eliminando a possibilidade de existência de outros organismos. Em suma, “matar o rio”! O primeiro passo para evitarmos que isso ocorra é darmos destino adequado ao esgoto, evitar que o mesmo seja despejado diretamente no corpo hídrico.
Cabe lembrar que um sem número de doenças possuem sua origem em corpos hídricos contaminados, indo das seríssimas cólera e hepatite até as mais simples, porém não menos danosas, como a amebíase que provoca intensas diarreias. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, dois milhões de pessoas morrem por ano no mundo (a maioria crianças com até cinco anos de idade) tendo como causa doenças de veiculação hídrica, isto é, causadas por organismos que vivem na água contaminada. Portanto, só a questão de saúde pública em relação a qualidade da água já seria suficiente para implantação do tratamento do esgoto/água.

Ainda devemos pensar naqueles transmissores mais asquerosos, como ratos, baratas e aranhas que encontram no ambiente de esgoto sem tratamento o lar ideal para seu desenvolvimento e que posteriormente “visitam” nossas casas e ruas levando um sem número de organismos patogênicos. Na água limpa eles não se desenvolvem. E o cheiro?

Alguém já pensou em levar a namorada (o) para passear e visitar um lixão ou um rio fedorento e mal cheiroso? Devemos ou não tratar o esgoto/água?

Mas temos ainda outras importantes vertentes destes tratamentos. Imagine daqui a alguns anos podermos usufruir de cachoeiras urbanas, como da banqueta e outras, para nos refrescarmos no verão. Junte a isso o fato de que a mesma poderá ser um atrativo turístico, pois a água limpa permitirá o banho e atrairá novamente peixes e pássaros para o ambiente aquático. São nossos rios de volta à vida!

Devemos nos lembrar também que uma ETE – Estação de Tratamento de Esgoto e todo o sistema para captação e transporte de esgoto, para ser operado precisa de funcionários e se tornará mais uma oportunidade de empregos para nossa cidade. Fora as contratações que ocorrerão durante o período das obras.

Por tudo isso entendemos que o Município não poderia mais esperar para entrar no Século XXI, um século em que os homens devem compreender que fazem parte da natureza e que não podem utilizá-la de qualquer maneira. Devemos respeito a quem nos sustenta com ar, comida, ambientes agradáveis e saudáveis e essencialmente água de qualidade. Ao tratarmos o esgoto/água CUIDAMOS DO MEIO AMBIENTE DE TODOS NÓS, SEM NENHUMA EXCEÇÃO!

“O mundo não foi feito em alfabeto.
Senão que primeiro em água e luz.
Depois árvore.”
Manoel de Barros

Além Paraíba, 25 de Maio 2012

Atenciosamente
Klinger V. Senra
Divisão de Meio Ambiente